Palê Zuppani – “Um irmão que a vida me deu”

9 Comentários

“Um Irmão que a vida me deu”. É usando as palavras dele que eu tento – apesar da emoção que o momento carrega – expressar algumas palavras em relação à passagem na Terra desse fenômeno de quatro letras chamado PALÊ!

Palê

Começo por mim. Desesperado com o diagnóstico da leucemia, recebi de PALÊ um apoio muito maior do que um tapinha nas costas ou votos de “vai dar certo”. Ao receber a ligação de um baita desconhecido, PALÊ fez a mais absoluta questão de me direcionar o caminho, trouxe a compreensão de todo o tratamento, das dificuldades, dos momentos divertidos. O seu primeiro documentário abriu a minha cabeça para receber a doença de outra forma, que hoje entendo ter sido a maior benção da minha vida.

E o que dizer pelos outros? PALÊ era um cara que não se contentava em ajudar por ajudar. Queria mais que isso. Era mais que isso. Saiu de sua zona de conforto e através da página MIELODRAMAS, reuniu em uma só ferramenta milhares de famílias que, assim como as nossas, precisam de apoio mútuo para compreender e aceitar o tratamento.

Falo sem ousar: PALÊ é o cara que eu mais admiro. Será para sempre lembrado por sua alegria de viver, daquelas que não são da boca pra fora ou frutos da angelização natural que damos aos que se foram. De tão fantástico, foi parar no Fantástico, que através dele pode honrar o seu lema: O SHOW DA VIDA!

A única coisa que peço a Deus é que Ele nos ajude a entender esse momento especial. E que essa partida seja entendida por nós como um grande alerta para o valor que devemos dar a vida e a na ajuda ao próximo. Precisamos estabelecer um compromisso definitivo com a felicidade.

Obrigado meu irmão! Vai com Deus! As lágrimas de hoje que insistem em rolar certamente serão transformadas em gotas de suor em nome da nossa causa… Deixo vocês com mais um pouquinho de PALÊ.

“Muitos de nós passamos por esse tipo de processo de doença chatas, mas como passamos por esse processo é que faz a diferença na vida!!!! Vejo a vida como um espelho, se a gente sorri, ela sorri para a gente, se lutamos, conseguimos vencer….. mas se entrar já desistindo, não vai dar certo…. meu papel como paciente é dar nosso no minimo 100%…. Saúde para nós!!!!” PALÊ ZUPPANI

Para sempre PALÊ!

Anúncios

9 comentários sobre “Palê Zuppani – “Um irmão que a vida me deu”

  1. Que Deus em sua infinita bondade, receba nosso irmão, tenho acompanhado a história dele, inclusive usei uma das fotos dele na UTI para mostrar a minha mãe como ela ficou na UTI quando teve um Tromboembolismo Pumonar e ficou por 45 da UTI. Agradeceria muito de informassem o que houve, vi sua última postagem e não sei por que senti muita tristeza.

  2. Palê nos deu o exemplo de fortaleza que mais precisávamos naquele momento de muita angústia. Com ele aprendemos que podemos rir, ficar alegres nas horas difíceis, o que nos dá força para continuar na luta. Nunca te esqueceremos, nunca! Vá em paz!

  3. Fazia muito tempo que não vinha aqui, mas hoje vim com o coração super alegra pois sabia que você venceria em Cristo Jesus!!! Estou muito feliz por vc, sua esposa, sua família!!! Que Deus continue abençoando e muita saúde!!! Beijos

  4. Olá, continuo fazendo o que fiz para encontrar a medula compatível para meu filho(Enault Figueiredo da Rocha) que nos deixou em 14 de julho de 2014 vitima de LLA, sei que a sua luz e fé me move a fazer campanhas (04, em véspera da 5ª) na Bahia para salvar os Guerreiros da Vida! E já encontramos uma doadora dentro dessas quatros campanhas(Una-Bahia) que já foi informada pelo REDOME. Espero que DEUS me dê forças para seguir em busca da medula para outros filhos! A fé e a perseverança do meu filho sem nunca reclamar e nem questionar o porque, me faz forte para continuar a luta que começou em maio de 2014 em Itabuna-Bahia com 2.340 cadastros em 03 dias. Deus nos abençoe e fortaleça quem espera por uma medula compatível!!! Deus te abençoe !!!

  5. Somos uma formiguinha nesta luta continua, faço o que está em meu alcance. Meu pai teve Miélodisplasia e minha mãe acabamos de descobrir que desenvolveu um Miélo Múltiplo que pela idade não tem como fazer um transplante em decorrência da idade e a quimio só oral e como ela veio de um tromboembolismo pulmonar que lhe rendeu 45 dias de UTI e um coração funcionando 40%,, imagine como fica o coração a cada quimioterapia. Parabéns pelo trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s