7 mitos e verdades sobre um transplantado de medula óssea

72 Comentários

Meus amigos, resolvi escrever um pouquinho sobre mitos e verdades sobre o transplante, dentro do propósito de conscientização do blog, e claro: sempre de forma descontraída e bem humorada. Lembrando que as respostas são minhas, feitas a partir da observação dos procedimentos aos quais estou sendo submetido. Então não tem nada de científico, ok? Ao invés de 7 ondinhas, vamos às 7 afirmações. Bora lá:

1) O TRANSPLANTADO TEM QUE FICAR ISOLADO DE TUDO E DE TODOS.

Mito. O transplante não impede o paciente de receber a visita de entes queridos. Nesses casos, a palavra mágica é a MODERAÇÃO. Não é porque não é proibido que o leito deve virar uma balada universitária. Não confundir liberdade com libertinagem! O ideal é que as visitas sejam rápidas, que o visitante não tenha tido contato com nenhuma pessoa doente, o impreterível uso de máscaras e a assepsia das mãos. Com esses cuidados, a visita pode ocorrer normalmente.

Obs: se o paciente estiver MUITO debilitado, a equipe médica pode recomendar a suspensão das visitas até que o paciente esteja melhor.

2) O PACIENTE TEM QUE TOMAR MUITOS REMÉDIOS DIARIAMENTE.

Verdade. Há uma variação de paciente para paciente de acordo com o seu quadro clínico, mas a quantidade de medicamentos administrados é sempre muito alta, já que é a única forma de prevenir infecções virais, bacterianas e fúngicas, além de prevenir rejeições. Vamos aos mais curiosos:

O primeiro é curioso pelo nome: AMBISOME, a quem demos o apelido de LAMBISOME, aquele que “lambe os omi”. Hahaha. Foi fundamental para a cura da pneumonia.

Outro curioso – agora pelo cheiro – é a CICLOSPORINA, que pode ser servida “na veia” ou através de enormes e generosos comprimidos que cheiram a gambá atropelado na rodovia (não, não é exagero!). Após um rigoroso processo de convencimento, consegui fazer com que a equipe voltasse a ficar com a primeira opção. Os meus buchos agradecem. Esse medicamento é usado para prevenir rejeições.

Um último exemplo é o FOSCAVIR, medicamento importado (e muito caro) no combate ao citomegalovírus (até o vírus que eu pego tem galo no nome!!). Isso porque o componente nacional disponível no mercado é muito tóxico para a medula, e não podemos correr o risco de perder os avanços obtidos até agora.

3) O FATO DO TRANSPLANTADO COMEMORAR A DATA DA PEGA COMO NOVO NASCIMENTO É APENAS UMA TRADIÇÃO.

Mito. O transplantado, com o sucesso do transplante, passa a reunir várias características de um recém-nascido que vão muito além do clichê “nasci de novo”.

Isso porque perdemos o nosso histórico imunológico, e tal qual um bebê, passamos a ter contato com o mundo (e consequentemente com vírus e bactérias) pela primeira vez.

Para se ter uma ideia, rasgamos o nosso cartão de vacinação e o trocamos por um novinho em folha, para que todas as vacinas sejam novamente administradas em nossos organismos. Não é demais?

Além disso, ficamos expostos a doenças que normalmente aparecem durante a infância, como catapora, sarampo, rubéola e até mesmo o citomegalovírus, que nas crianças quase sempre é diagnosticado como uma simples virose. O grande cuidado nisso tudo é que essas doenças nos adultos são muito mais complicadas e agudas.

Mas o fato é que sobram razões para comemorarmos a data da pega como sendo a do nosso renascimento, do nosso novo aniversário.

4) O TRANSPLANTADO PASSA A TER O TIPO SANGUÍNEO DO DOADOR.

Verdade. Por incrível que pareça, o tipo sanguíneo não é determinante para aferição da compatibilidade entre doador e receptor.

Isso significa que o doador pode ter um tipo sanguíneo diferente daquele que vai receber a medula, e mesmo assim ambos podem ser compatíveis.

Comigo isso não aconteceu, pois coincidentemente eu e minha querida doadora temos o mesmo tipo sanguíneo. Ela é linda né?

5) QUEM FEZ TRANSPLANTE DE MEDULA PODE FAZER EXAME DE DNA.

Verdade. Que pode fazer pode, mas o resultado dependerá da escolha do material para coleta.

Acabamos de ver que o transplantado passa a ter o tipo sanguíneo do doador. Na prática, isso apenas revela que o DNA no sangue também se transforma, passando a ser aquele do doador. Que loucura, não?

Vamos a um caso prático: se um pimpolho aparecesse hoje dizendo ser meu filho, e o exame de DNA fosse feito a partir da coleta do meu novo sangue, o resultado inevitavelmente seria NEGATIVO (fosse ele meu filho ou não hahahahaha).

Mas não se animem mentes perturbadas. Nesses casos, se o exame fosse feito pelas células da minha boca, pele ou cabelos, o resultado do exame seria real, pois nessas estruturas o meu DNA original fica mantido.

A conclusão é que o transplantado pode fazer exame de DNA, mas a certeza do resultado real dependerá da correta escolha do material para coleta.

6) QUEM FAZ TRANSFUSÃO DE SANGUE OU PLAQUETAS TAMBÉM TEM O DNA DO SANGUE ALTERADO.

Mito. Mesmo recebendo o sangue de outras pessoas, as características básicas do DNA são preservadas. Mas é importante informar essa circunstância na eventual necessidade de realização de um exame de DNA.

7) A FÉ, A FORÇA E O OTIMISMO INTERFEREM NAS TAXAS DE SUCESSO NO TRANSPLANTE.

Verdade verdadeiríssima. E dessa vez a resposta não é minha, e sim das mais renomadas autoridades médicas do mundo. Matéria publicada em “O Globo” de 12/07/2013 mostra que “espiritualidade e força são citadas por especialistas como responsáveis por aumentar em 29% as chances de sucesso em tratamentos médicos”. Isso é muito, gente!

A matéria, intitulada “Medicina e Fé de mãos dadas”, nos dá ricas lições de casos médicos resolvidos a partir da fé e da força dos pacientes. Isso para mim é tão cristalino quanto água mineral.

E apesar de ainda existir grande resistência da classe médica, é muito legal saber que 70% das faculdades americanas de medicina já possuem pelo menos uma disciplina associando religiosidade e saúde.

Está ai um bom exemplo a ser seguido Senhor Ministro da Educação e Senhor Ministro da Saúde. Ao invés de ficarem deixando vazar o resultado do ENEM ou criando mecanismos para limitar o número de doadores de medula, poderíamos estar formando profissionais mais atentos à força e ao poder da espiritualidade.

Isso, na minha humilde opinião, precisa ser ensinado em sala de aula!! Não estou dizendo que religiões ou crenças devam ser impostas. Nada disso. Afinal, vivemos em um país laico.

Mas não tenho dúvidas que a formação de médicos mais sensíveis (já temos muitos) a questões religiosas, ou que pelo menos reconheçam e respeitem a força que a fé possui, são passos importantes para alcançarmos a cada dia a tão desejada e idealizada CURA.

Alguma dessas 7 informações é nova para você?? Se sim, já terei cumprido o objetivo desse post.

Em relação a mim, estou muito bem, com algumas náuseas e febres às vezes, mas em pleno tratamento e com a confiança lá em cima. A minha nova medula já é capaz de produzir leucócitos e neutrófilos (células de defesa) nas quantidades necessárias, mas ainda não produz hemácias e plaquetas, exigindo transfusões diárias desses componentes, o que é absolutamente normal.

Sim, passamos o Natal e o Ano Novo no hospital, mas sem perder o estilo. Me dá imagens!!

montagem

PARA TODOS VOCÊS, UM FELIZ ANO NOVO, COM MUITAS REALIZAÇÕES, OLHANDO SEMPRE PARA O PRÓXIMO E FUNDADO NOS ENSINAMENTOS DE DEUS. VAMOS BOTAR PRA QUEBRAR…

Anúncios

72 comentários sobre “7 mitos e verdades sobre um transplantado de medula óssea

  1. Parabéns Gabriel, vc dedicar tempo para nos informar mitos e verdades sobre o transplante, aprendi muito, coisas que eu nem tinha atinado que poderia acontecer. Gabriel Feliz Ano Novo pra vc, que Deus o abençoe sempre…beijos!

  2. Fiquei comovida com sua historia,voce e a prova viva do amor de Deus por nós que somos tão falhos,muitos pelo Brasil estava torcedo,e torçe por voce.Que Deus te abençoe como vem te abençoado. Att.Abraço

  3. Adoro seu blog… faz 1 ano e 1 mes que fiz o TMO alogenico não aparentado….estou ótima, recuperando da DECH de pele…os meus remedios anti rejeição são o tracolimus e microfenolato mofetil MMF, só quem passa sabe o sentido literal que é nascer novamente, e com certeza minha fé e otimismo tambem foram cruciais, quase perdi minha medula, graças um virus adquirido com 6 meses de transplante… virus sincicial (gripe), não produzia mais nenhuma celula, transfusões de plaquetas e hemaciais eram constantes assim como imunoglobulina e outro remedio que eu esqueci o nome que dá uma dor lascada nos quadris e pernas…mas deu tudo certo me recuperei…torcendo por você….com esse sorriso, tudo dará certo…

  4. Feliz 2014 !!!!
    Como sempre um texto incrivel!!
    No seu caso vc tera que ficar sem tomar sol ou ate mesmo ir no sol por um ano? Pergunto pois minha irma ficou…
    Gosto muito de ler seu blog pois fico sabendo o que vem por ai…rsrs e tenho fé que Deus me dara a cura como te deu!!! 2014 promete!!! Seja sempre feliz!!

  5. Excelente texto. Tomaram que muitos leiem e resolvam aderir à campanha de doação.
    Estou na torcida por você. Deus te acompanhe e Santa Rita te proteja.

  6. Força Gabriel….. estou terminando esse mes a especialização em transplante de medula óssea aqui em curitiba e a partir de Fevereiro iniciaremos a luta para abrir um centro de Transplante de Medula Óssea em Uberlândia!!!

  7. Esclarecedor ,adorei !Estou muito feliz por vc ,tenho certeza que vc ajudará muitas pessoas ,de alguma maneira !Deus tem um propósito pra sua vida .Obrigada !

  8. FELIZ ANO NOVO! está mais corado 🙂 Deus continue te abençoando, fiquei mais informada com seu novo post (CICLOSPORINA, que pode ser servida “na veia” ou através de enormes e generosos comprimidos que cheiram a gambá atropelado na rodovia (não, não é exagero!)) confesso que não posso imaginar o cheiro disso, rsrsrsr mas vai aí um segredo, o gambá se for bem preparado é uma deliciosa refeição, fica a dica 🙂

  9. Amei seu blog….
    Já sou doadora de sangue a 21 anos e por incentivo seu, hoje
    também faço parte da lista de possíveis doadores de medula óssea!!!!
    Todas as dúvidas que você expôs , tirei com a Cris (assistente social) do Hemeron.
    Foi rápido, sem dor e estou me sentindo muito bem comigo mesma…. Espero que sua recuperação seja ótima e receba muitas bênçãos nessa sua nova etapa…
    Obs.: Espero que se for doadora , não passe meu mal humor….rsrrsrsrs … as vezes é incontrolável!!!!

  10. Gabriel, aqui é o João Bosco, estou na mesma situação que você. Também estou internado no sírio libanês em São Paulo. Você deve ter conversado com minha namorada Íris nesses últimos dias. Estou te adicionando no face. Além dessa adversidade que você enfrentou e eu estou na labuta, temos outra coisa em comum: o eterno amor pelo GALÃO DA MASSA!!! Espero que além disso, possamos ser amigos. Concordo com a parte sobre a religiosidade que você postou. É a mais pura verdade, independente da religião. forte abraço. Me aceita lá.

  11. Feliz ano novo, voce é um exemplo de fé, força e determinação, que Deus conceda sua cura definitiva e 2014 será um ano de muitas felicidades a todos nós!!!!

  12. Nossa Gabriel!!!! Fiquei encantada com tamanha generosidade…. vivendo momentos tão especiais e ainda conseguindo dividir tantas experiências de vida. Venho acompanhando tudo. Tenho certeza q tds vcs vão sair dessa mto mais fortes e evoluidos como filhos de DEUS. Bjo grande pra vc e sua mãe.

  13. Dr. Gabriel, seus posts sempre muito bem escritos e esclarecedores! Eu diria que muitos deles me fizeram chorar, como aquele sobre a pega da medula e a existência de Deus!!!! Verdadeira lição emocionante sobre quão real é a presença divina e como devemos crer nisso! Eu e minha família (Túlio, minha mãe, Francisco, minha irmã e etc) estamos torcendo muito por vc! A cada vitória comentamos e comemoramos muito!!!
    Deus está com vc hj e sempre!
    Parabéns pela incansável luta e pelas vitórias até aqui obtidas!!!
    Saiba que – assim como inúmeras pessoas do Brasil – nós admiramos vc e torcemos por sua plena recuperação!
    Abraço fraterno!

  14. Pingback: 7 Mitos e Verdades Sobre o Transplante - Gabriel Massote -

  15. Lendo as postagens tem um médico querendo colocar um CTMO em Uberlândia / Minas (Carlos Araujo) que bom meu querido Gabriel e vc o coordenador do núcleo da ATMO Jesus.
    Coração batendo de esperança.
    Realizada em 2015, desde esse sonho até a concretização.
    Que bommmmm
    JESUS

  16. Eu gostei muito das informações que você colocou aqui. Eu já pensei em me cadastrar como doadora mas admito que o meu medo é da AGULHA…da dor que posso sentir. Sendo assim ainda não me cadastrei.
    Que Deus ilumine para que você se recupere logo e que as pessoas que ainda precisam de transplante consigam um doador logo.
    Que 2014 seja um ano muito abençoado e de muita saúde a todos.

  17. Muito legal todas as informações que passas através do blog!! Parabéns pelo teu trabalho e recuperação!! Torço e rezo por ti, apesar de não te conhecer pessoalmente, amo a Ana Capriela…kkk…ela sempre arrasando ( foto linda de vcs dois!!). Um forte abraço pra vcs e um bjão pra Ana!! 2014 promete muito mais bênçãos, carinhos e felicidades pra vcs!!!

  18. Parabéns!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Desejo que você tenha muitos Anos Novos e muitos Natais pela frente mantendo sua Fé, sua Tranquilidade, sua Força. Um abraço muito carinhoso!

  19. Feliz 2014 para Você e família. Obrigada mais uma vez pelas informações bastantes esclarecedoras, novo bebê….rsrsrsrsrsrsrsrs. Continue com esta garra, fé e nós aqui continuamos com nossas orações. Abraço a Vc e sua mãe.

  20. Feliz 2014 guerreiro!!! Tenho acompanhado pelas mensagem posta pela fundacao Icla da Silva e me emocionei bastante quando li que sua medulla pego. Tenho um guerreiro aqui comigo, meu filho Bruno Almeida, que teve LMA em Novembro de 2009 e fez o TMO em Abril de 2010. Agora ele esta otimo, indo ao medico oncologista uma vez ao ano e sendo acompanhado tbm por uma endocrinologista, pois ele esta com 13 anos e precisa acompanhar os hormonios. Vc logo logo saira desse periodo de hospital e vivera sua vida normal. Moro aqui no Texas, USA, mas minha torcida por sua Vitoria eh enorme!! Muitas felicidades e que 2014 seja soh de vitorias e conquistas. Parabens guerreiro!!!.

    • Lais, parabéns por ter dado todo o suporte para o Bruno. Esse mérito nunca é só do paciente, mas de todos que se dedicaram à cura. Sem o amor dos pais, tudo tende a ficar mais difícil. Um grande abraço.

      • Exato guerreiro Gabriel, falo isso aqui para meus anjos sem asas, pois longe da familia, tudo eh mais dificil, mas tivemos sorte, pois nessa longa jornada, conheci pessoas maravilhosas que se dedicam a cura do Bruno, Desde que se internou a primeira vez apos a descoberta, nao deixei ele soh nenhum dia e para fazer o TMO, soh estava presente eu, meu esposo e meu outro filho que foi o doador, pois moramos em Texas e o TMO foi em Delaware. Fiquei muito feliz em vc ter me respondido, saiba que vibro muito com sua recuperacao. Um grande abraco e fica com esse enorme FE em Deus!!!

  21. Gabriel, pedi para Gláucia lhe transmitir meu recado , que dizia:; ” Que sua vitória foi o meu melhor presente de Natal, assim reafirmo. Meu coração pulsou de alegria, porque sempre estive acompanhando você, e continuo.Você é tão especial, que preocupa-se em divulgar matéria para esclarecer as pessoas, e encorajá-las à ser um doador, e um receptor com maior segurança, e principalmente confiante na sua fé, também acho um requisito muito importante à ser trabalhado na ciência. Enfim, não sou sua parenta, mas sou sua irmã em Cristo. Pode acreditar dei pulos de alegria e louvei ao Senhor pela sua vitória. Eu sofri a dor da perda. Mas, não de dá o direito de esquecer, que podemos amar, batalhar, e sentirmos felicidades e alegria, como por um filho, ou parente. Te admiro, amo, e tenho como exemplo de verdeiro Heroi, possuidor de um coração tão generoso, simples, um sábio de formação cientifica, e acima de tudo sabedoria do amor de Cristo, porque ama seu semelhante, na busca de esclarecer e ajudar aos outros. Se me permites, esta senhora mãe, que vos fala gostaria de te dizer, como uma mãe feliz: Te amo, e assim desejo que sua vida seja muito abençoada sempre com o nosso salvador em teus caminhos. Desculpa a extenção do meu comentário. isto é pela minha emoção que é muito maior. FELICIDADES PARA VOCÊ, E TODA FAMÍLIA. Abraços. Aleluia!!!.
    . .

    • Fátima, suas palavras me comoveram muito. Ainda mais sabendo que conhece Gláucia, um ser humano incrível que dedica todo seu tempo e trabalho para a alegria de seu semelhante. Sei como a dor da perda é pesada, mas como você diz, isso não pode impedir que a gente encha nossos corações de amor novamente. Muito obrigado e fique com a graça de Deus.

  22. Olá Gabriel! Primeiramente feliz 2014. Que este ano seja tão revelador como foi sua batalha até agora. A cada palavra que você nos fala minhas emoções vão à loucura… Meus sentimentos se misturam e muitas vezes o medo toma conta do meu coração. Mas porque estou escrevendo isto né? Sou uma jovem mãe do João Pedro de 1 ano e 6 meses portador da Síndrome Wiskott Aldrich…que palavrão não? Pois bem, meu pequeno estava cadastrado no Rereme desde fevereiro de 2013 e para nossa alegria o doador foi confirmado no dia 11 de dezembro. Não temos a data do transplante e ainda não sabemos como proceder com as burocracias do convênio, mesmo assim já conversei com o advogado caso ocorra a não autorização. Fico feliz em saber dos milagres que Deus tem feito na sua jornada e se você passou por tudo que nos conta é porque você tem um propósito aqui na terra. Que seu retorno para casa seja breve. Estamos torcendo por você.

    Grande beijo

    Luciana Lorenzoni

    • Realmente, que nome Luciana!! Mas não importa a feiura do nome, Deus há de dar a vocês essa graça, e já começou com a confirmação do doador (o primeiro passo do milagre). Problemas com a justiça, posso ajudar muito se tiverem problemas. Contem comigo.

  23. Morri de rir na hora da Ciclosporina! Também estou tomando, associada a Prednisona. Mas não tive problemas com o cheiro não (é ruim sim, concordo!). No começo era mais o tamanho que incomodava. Apelidei o remedinho de bolo Ana Maria! rs… Acho o gosto da Prednisona pior. E o comprimido parece daqueles que já desmancham com a saliva e fica aquele gosto de remédio ruim na boca. Blegh! Eu tenho Anemia Aplástica Idiopática (ou Aplasia Medular), descobri agora em Outubro. Fiz o HLA com a minha irmã e semana passada saiu o resultado e ela não é 100% compatível para o transplante. Bom, vamos ao plano B. Grande abraço pra você e feliz 2014! =)

  24. Gabriel, siga com sua força inabalável. Sabemos que é sempre um dia depois do outro… Vamos continuar rezando para que o milagre continue sendo feito nas nossas vidas.

  25. Gabriel, motivante e emocionante! Estou entrando no 11º mês de tratamento de uma LMA -M3, e o tratamento tem sido eficaz e tudo melhorando a cada dia. Assim como você “briguei” muito com a seguradora de saúde para ter as medicações orais em casa, e saí vencedora, inclusive com danos morais. E divulgar isso ajuda imenso, pois presenciei pessoas aniquiladas pela notícia da doença, que não tinham forças para lutar por seus direitos. Eu sempre na “batalha” e confiante. Não há um só dia que eu não acredite que ainda vou viver muito. A Fé é diária e constante! Me identifiquei com você e apesar de toda a dor e medo, ter um sorriso no rosto e enfrentar com otimismo aumenta nossa imunidade e nos encaminha para a cura, que virá para nós com certeza! Um transplante ainda não se fez necessário para mim, mas caso tenha que passar por isso levo comigo todos os seus testemunhos e assim, informada e motivada, seguirei acreditando. Temos muitos motivos para agradecer a vida! Um 2014 cheio de vida para nós! Boa Sorte

  26. Caro Dr. Gabriel, aqui ė a Luciana, filha do Janio Darrot. Estamos no Hospital Albert Einstein, meu pai acabou de ser submetido a uma cirurgia para colocacao de protese no quadril. Ele estava com muito medo de ter que passar por esse procedimento. Logo que ele acordou apos a anestesia ele me disse que na hora do medo antes do procedimento cirurgico ele criou forças pensando em pessoas que tem coragem, bravura e lutam pela vida incansavelmente e se lembrou de voce. Foi entao que ele me disse que voce tinha um blog. Instantaneamente entrei na internet e fui procurando ate encontrar… Ja li todos os posts e links e achei seu trabalho incrivel e muito inteligente. Voce conseguiu aliar informacao com diversao, otimismo com fé, enfim apesar de todas as circunstancias você luta pela vida e vive pela fé!
    Quero te desejar sucesso nesta nova etapa, Deus te dará vitoria, pode acreditar!!!!
    Que Maria passe à frente, te abrindo portas e caminhos….
    Tudo de bom pra voce!
    Um grande abraco!

    • Oi Luciana, fico extremamente feliz com as notícias do Jânio e lisonjeado com as palavras que dedicaram a mim. Se pude ser referência nesse momento, saiba que tenho na família de vocês uma grande referência de uma família ideal, onde o respeito, o amor e o companheirismo são marcas que todos que os conhecem conseguem ver a olho nu. Obrigado pela amizade e pelo carinho…

  27. Posso lhe fazer uma pergunta!? Uma vez eu li que o transplante de medula era o único que “dispensava” o uso de imunosupressor depois de certo tempo. Isso e verdade ou tem que tomar remédio para sempre!?

  28. Fiquei emocionada ao ler seus depoimentos e esclarecimentos, trabalhei quase 10 anos na unidade de TMO em Florianópolis, que fica no HGCR,
    LÁ VIVENCIEI VERDADEIROS MILAGRES!
    A fé em Deus foi, é e para sempre será o que nos salva do impossível aos olhos humanos…”Sem fé é impossível agradar a Deus…”(Hebreus 11:6).
    Desejo a ti de todo meu coração que a cada dia a tua fé cresça mais e mais, e que nosso amado Senhor Jesus Cristo possa te guiar nos Seus caminhos..
    “…todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.”(R.omanos 10:13).
    Que ao invocares o nome do Senhor sejas preenchido com a vida de Deus, que nos renova e nos dá o verdadeiro sentido da vida.
    Um forte abraço e um ano cheio de vitórias “em Cristo”.

    Jaqueline Lisbôa

  29. Muita saúde e ” A vitória ” já é sua!!!
    Deus não nos desmapara nunca!!!
    Tudo de melhor na sua vida meu querido,vc é abençoado,Deus tem um propósito em cada uma de nossas vidas e cabe à nós cumprí-los com “estilo” e vc está fazendo a sua parte da melhor maneira possível…
    Te admiro muito,sem mesmo lhe conhecer
    Fique com Deus e um bjo em seu coração!!!

  30. Pingback: 7 mitos e verdades sobre um transplantado de medula óssea | ipo2014

  31. ´Só hoje entrei para pesquisa sobre está doença vi e li sobre você por estarmos passando por este caminho que vc já passou fique sensibilizada e resolvi deixar estas simples palavras para vc muita força muito amor no seu coração . digo isto para meu irmão quem tem DEUS no coração chega lá vc já passou a faze mas complicada se cuida cara vc vai chegar lá fique com DEUS ELE TI AMA

  32. Parabéns! Adorei o Blog. Sou doador de medula óssea e em Janeiro/14 fiz a doação. É uma sensação única ajudar o próximo desta forma. Ainda não conheço o receptor, mas penso todos os dias nele (a) e rezo para que esteja muito bem!

  33. Adorei o texto Gabriel! Muito bem escrito e informativo. Obrigada por compartilhar. Parabéns pela vitória! Sua estória é linda! Você é um guerreiro, um vencedor… O diagnóstico do meu pai saiu dia 18/08/2015 e ele logo foi internado (e já ficou cinco meses direto, fazendo os vários ciclos de quimio). O transplante dele foi no dia 19/01/2016. Já a Pega (o Renascimento) se deu no D+18 (dia 06/02/2016). Torcida, força, garra, otimismo, amor e saúde sempre, para ti e todos os teus! Ewerton: parabéns pela iniciativa! 🙂 Imagino a sua alegria e emoção ao doar e salvar uma vida. Tão bom saber que ainda existem seres humanos tão bons, capazes de doar parte de si, para salvar a vida de um “estranho”. É uma vergonha que eu só tenha me tornado doadora de sangue e medula após o diagnóstico do meu pai. E só não dôo plaquetas porque minhas veias não permitem… quem sabe um dia! Paz, amor e saúde à todos! :* :*

  34. Olá Gabriel, fiquei emocionada lendo seu post e os comentários. Parabéns pela pega do seu transplante!!!! Fiquei imaginando como será quando chegar a vez do meu Arthur.
    Meu filho nasceu com anemia falciforme(SS) e fez o teste de compatibilidade (HLA – baixa resolução) com minha filha, (Irmãos de pai e mãe) porém na conclusão deu Semi idêntico 4/6 ao doador. Ainda não tive como conversar com a médica do hospital da criança de Brasília, só na próxima consulta. Mas estou muito nervosa e com medo. Você sabe me dizer se com esse resultado o transplante pode ser realizado?
    Aguardo ansiosamente pela sua resposta.
    Um grande abraço e sucesso!

      • Oi Gabriel, tudo bem? Fiquei muito feliz por me responder!
        Eu, meu esposo e nossa primeira filha, realizamos o teste de HLA para saber se um de nós dentro das possibilidades, poderíamos ser doadores para o Arthur. Então, na segunda feira 29/08 o Arthur teve consulta de acompanhamento e também para sabermos os resultados dos testes, que para nossa profunda tristeza, não foi o que esperávamos. A Dra. Paula nos disse que somos apenas metade compatível e que nesses casos não é feito o TMO. Disse ainda que não faz de outros doadores que não seja da mesma família (pai, mãe e irmãos) o que tirou totalmente a minha esperança de cura do meu filho, porque não posso mais engravidar pelo método natural.
        Questionei a possibilidade de uma inseminação artificial e ela disse que desta forma, teria que fazer uma inseminação genética, onde se escolhe os espermas saudáveis para injetar no óvulo, porém desconhece essa prática aqui no Brasil.
        Mas o Arthur está muito bem, diga-se de passagem. Está fazendo o uso diário da Hidroxiuréia + penveOral e as crises acontecem com menor frequência e baixa intensidade. Mas vou continuar tentando.. Quem sabe a cura dele vem do espírito de Deus! Se você tiver qualquer novidade me avisa???
        Fico no aguardo.. Bjuxx

  35. Muito bom o seu post, nao sabia de algumas dessas coisas… Nessa sexta feira dia 03/02 vou doar medula pro meu filho, ele tem Imunodeficiência Combinada Grave, estamos muito confiantes, mesmo não sendo 100% compatíveis… grande abraço e muito sucesso…

  36. Minha gente, estou me preparando para a TMO, devo ser internado a partir do dia 15/03/2017 na UNIFESP, foi muito bom ter visto esses relatos, com certeza vou mais confiante, principalmente confiando em Deus e nos bons médicos do Hospital São Paulo, da Hematologia. Muito competentes e muitos amigos dos paciente.

  37. Gabriel gostei muito do seu post, muita informações importantes meu cunhado vai fazer TMO só estamos aguardando a autorização do plano, e a nossa duvida e após a TMO quando o paciente sair do hospital quais cuiadados tomar casa como fazer? Nós conte como foi para vc.Fica com Deus.

    Claydson já deu tudo certo no seu TMO porque Deus esta contigo, força e fé sempre.

    • É um período tranquilo, mas de muita paciência. A palavra mais importante quando voltar pra casa é “obediência”, pois algumas regrinhas, se quebradas, podem fazer com que novas internações sejam necessárias. Vai dar tudo certo!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s